Shifu Ryu RYU Ko

portrait-ryuryuko

Ryu Ryu Ko

Grande Mestre e Criador do Kung fu Garça Branca de Fujian

  • Chinês
  • 1873
  • 1915

Ryu Ryu Ko, também conhecido como Xie Ru Ru, Ru Ru Ko, Kou Ryuko ou ainda  Xie Zhongxiang, foi um grande artista marcial chinês praticante o estilo de Kung Fu da Garça Branca de Fujian (Pak-hok-kun). Seus alunos mais notáveis incluem muitos dos fundadores de diferentes artes marciais de Okinawa, que mais tarde produziram o Karate moderno. Esses estudantes incluem Higaonna Kanryo, que fundou Naha-te. O kata Sanchin, ensinado em Goju-ryu e de muitos outros estilos de Karate baseados em Naha-te, foi originalmente ensinado por Ryu Ryu Ko.

Ryu Ryu Ko nasceu numa família aristocrata de Fujian, que naquela época eram as únicas pessoas autorizadas a estudar as artes marciais, as quais ele estudou no Templo Shaolin do Sul, nas montanhas da província de Fujian. Por conta de conflitos internos na China, a aristocracia estava ameaçada, então sua família foi forçada a esconder suas identidades para sua própria segurança. Isso levou Ryū Ryū Ko a trabalhar como pedreiro e, mais tarde na vida, ele fez uma variedade coisas, como móveis de madeira.

Existem alguns relatos de que Ryū Ryū Ko foi um dos mestres da primeira geração de Míng hè quán (Punho do Grou-Cantor), que aprendeu com Shifu Kwan Pang Yuiba (que era aluno de Fang Qiniang, o criador da Garça Branca), outros contam que criou o Garça Branca de Fujian (Pak-hok-kun), com base no estilo mais genérico de Garça Branca de seu professor. Ele ensinou artes marciais em sua casa a um grupo muito pequeno de estudantes, que incluiu Kanryo Higaonna (que ficou com Ryu Ryu Ko de 1867 a 1881). Ryu Ryu Ko expandiu suas aulas para uma escola pública real em 1883, lecionando ao lado de seu assistente, Wai Shinzan (Wai Xinxian).

Os artistas marciais de Okinawa que se acredita terem estudado na escola de Ryu Ryu Ko foram Kanryo Higaonna (fundador de Naha-te), Seisho Arakaki , Norisato Nakaima (1819 a 1879) (fundador de Ryuei-ryu), Sakiyama Kitoku (1830 a 1914), Kojo Taitei (1837–1915), Maezato Ranpo (1838–1904) e Matsuda Tokusaburo (1877–1931).