PostHeaderIcon MESTRE KANRYO HIGAONNA

Avaliação do Usuário: / 3
PiorMelhor 

Mestre Kanryo Higaonna nasceu em 10 de Março de 1853, na cidade de Naha, atual capital da província de Okinawa, como o quarto filho de Kanyo e Makado Higaonna.

Conhecido desde pequeno pelo apelido "Machu", já se destacava pela agilidade e velocidade nas brincadeiras em que tomava parte e já demontrava o interesse precoce pelas artes marciais mas, de acesso extremamente restrito e muito jovem ainda, teve que esperar mais alguns anos para iniciar-se nas artes de luta. Aos 16 anos, finalmente, iniciou seus treinamentos com um desconhecido mestre chinês de Fukien que vivia em Okinawa.

Apesar de treinar com este desconhecido mestre, o jovem Higaonna destacou-se devido à sua habilidade natural, combinada com sua agilidade e velocidade e, com isso, tornou-se conhecido em Naha.

A influência deste mestre tornou-se importante pois, através dele o jovem Higaonna ouviu histórias sobre grandes mestres chineses. O desejo de aprimorar-se no Shorinji Kempo se tornava, a cada dia, a meta de sua vida.

Este crescente desejo de viajar para a China esbarrou num obstáculo poderoso, a falta de recursos financeiros, pois seus pais não podiam bancar este sonho sem comprometer o sustento dos irmãos restantes.

Anos mais tarde, finalmente, a obsessão deste jovem se concretizou. O Sr. Udon Matsumura patrocinou a viagem do futuro mestre à tão sonhada "Terra do Centro", a China.

Então, em Novembro de 1874 com 22 anos de idade, ele parte para China com destino ao Porto de Foochow, na província de Fukien.

Chegando lá, sua primeira providência foi procurar o Mestre Ryu Ryuko, mas a sua aceitação como discípulo não foi imediata. Como era costume na época, poucos eram os agraciados com tal honra e, mesmo assim, teriam que submeter-se a um longo e cansativo processo para que o mestre permitisse sua presença nas aulas.

Durante um longo tempo, executou tarefas domésticas como jardinagem e limpeza da casa, entre outros. Eram serviços aparentemente humilhantes mas que demonstravam a real vontade do postulante a aluno.

O jovem Higaonna finalmente foi aceito, iniciando uma rotina rigorosa de treinamentos. Além disso auxiliava o mestre na sua outra atividade, a confecção de artefatos de bambu.

Durante este período, aprendeu os katas que tornaram-se a base do Karate Goju Ryu. São eles: Sanchin (revisado pelo Sensei Miyagi), Saifa, Seienchin, Sanseiru, Seisan, Shisoochin, Seipai, Kururunfa e Suparinpei.

Após 15 anos de rigorosos treinamentos, o Mestre Higaonna retornou à Okinawa e seu primeiro ato foi agradecer ao Sr. Matsumura o patrocínio de sua viagem. Este, impressionado com o jovem sonhador que conhecera, transformado agora em um mestre com semblante vigoroso, porém mantendo a mesma humildade e caráter de anos atrás, convidou-o a ensinar Karate a seus filhos.

Sua fama rapidamente espalhou-se pela ilha, chegando ao conhecimento do Rei de Okinawa, que convidou-o para ensinar Karate aos membros da família real e à toda nobreza. Apesar da fama alcançada, o Mestre Higaonna não mudou seu modo de ser, mantendo sempre a postura humilde, não alardeando sua capacidade física e sua técnica.

O Mestre Higaonna inaugurou seu primeiro Dojo em Nishimachi, ensinando o Naha Te de graça, pelo simples prazer de passar a sua arte. Em 1905, começou a dar aulas em uma escola pública, sempre enfatizando que a essência do Karate se baseia no equilíbrio do corpo com o espírito.

Vários adjetivos foram atribuídos a ele, entre os quais podemos destacar " Pontapé Poderoso" e "Punhos Sagrados".

Formou vários alunos dos quais destacaram-se:

Juhatsu Kyoda - Criador do Tonn Ryu

Mabuni Kenwa - Criador do Shito Ryu

Chojun Miyagi - Criador do Goju Ryu, seu principal discípulo, que o acompanhou até o momento de sua morte, em outubro de 1916.

 

Add comment


Security code
Refresh

Banner